logotipo comemorativo dos 80 anos da Justiça do Trabalho
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

Desembargador Plauto Porto fala sobre o funcionamento do TRT/CE durante crise do coronavírus

Para combater o contágio do coronavírus, desde o dia 13 de março os magistrados, servidores e estagiários da Justiça do Trabalho do Ceará passaram a realizar suas atividades de forma remota, em regime de teletrabalho. Com a suspensão do atendimento presencial, o Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE) adotou a possibilidade de realização de audiências por videoconferência e sessões virtuais de julgamento. Assista abaixo ao vídeo do pronunciamento do presidente do TRT/CE, desembargador Plauto Porto, que explica quais ações a Justiça do Trabalho do Ceará tem tomado para manter a prestação jurisdicional.

A produtividade da Justiça do Trabalho cearense não cessou. Até do dia 12 de abril, foram contabilizados 56,5 mil atos judiciais, entre sentenças, decisões, mandados, notificações, certidões e despachos, entre outros. Cerca de R$ 7 milhões foram pagos a trabalhadores por meio de alvarás, enquanto R$ 11 milhões foram liberados em precatórios. Os dados estatísticos com a produtividade do TRT/CE durante a pandemia do coronavírus estão disponíveis em um painel no site www.trt7.jus.br, no menu Covid-19: Produtividade.