• SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker

Gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil leva ações para bairro de Fortaleza

A gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil (PCTI) da Justiça do Trabalho foi ao bairro Vila União, no sábado (13/6), levar sua mensagem contra o trabalho infantil aos moradores da região. Houve distribuição de material educativo e crianças participaram de brincadeiras e atividades lúdicas. A iniciativa integra a Semana Cearense de Combate ao Trabalho Infantil, realizada no período de 8 a 13 de junho.

No diálogo com a população, uma das gestoras regionais do PCTI, desembargadora Regina Gláucia Calvalcante, falou sobre os males do trabalho precoce de crianças e adolescentes e pediu que os moradores denunciem os casos de exploração de mão de obra infantil. “Quando encontrarem alguma criança em situação de risco ou sendo explorada, não hesitem, disquem 100”, recomendou.

O disque 100 é um telefone do Governo Federal para denúncias de exploração de crianças e adolescentes. Também já é possível denunciar os casos de trabalho infantil pela ouvidoria do Tribunal Regional do Trabalho do Ceará. Basta ligar para o número 0800 2801771. O Ministério Público do Trabalho, Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e os Conselhos Tutelares também recebem denúncias.

No bairro Vila União, a gestão regional do PCTI realizou abordagens sociais, distribuição de brindes, atividades lúdicas e oficinas de pinturas envolvendo a temática trabalho infantil. A dona de casa Vera Lúcia levou suas filhas gêmeas Ana Lúcia e Maria Lúcia para participar. Ela elogiou a iniciativa. “Estou gostando muito e minhas filhas também. Criança não é para trabalhar. Quero que as duas estudem bastante para conseguirem um bom emprego no futuro”, disse a moradora.

A ação foi possível graças a uma parceria firmada com a Prefeitura de Fortaleza dentro do projeto Abraça Fortaleza, que leva mensalmente vários serviços aos bairros da cidade.

A Semana: Durante a Semana Cearense de Combate ao Trabalho Infantil também foram realizadas audiência pública e campanhas publicitárias, que incluiram a distribuição de material educativo e a exibição de outdoors nas principais avenidas de Fortaleza. Também foram realizadas ações em jogos do Campeonato Brasileiro, quando foram exibidas faixas com mensagens educativas em jogos do Ceará e Fortaleza.

As gêmeas Ana Lúcia e Maria Lúcia participaram das atividades promovidas pelo Programa de Combate ao Trabalho Infantil
As gêmeas Ana Lúcia e Maria Lúcia participaram das atividades promovidas pelo Programa de Combate ao Trabalho Infantil

b_0_200_16777215_0_0_images_pcti2.jpg

b_0_200_16777215_0_0_images_pcti3.jpg

b_0_200_16777215_0_0_images_pcti5.jpg

A desembargadora Regina Gláucia pediu que os moradores denunciem casos de exploração de mão de obra infantil
A desembargadora Regina Gláucia pediu que os moradores denunciem casos de exploração de mão de obra infantil