logotipo comemorativo dos 80 anos da Justiça do Trabalho
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

Jogos do Brasileirão no Ceará recebem ações do Programa de Combate ao Trabalho Infantil

Final de semana de futebol e de ações contra o trabalho infantil na capital cearense. A gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil (PCTI) da Justiça do Trabalho do Ceará promoveu, no sábado e no domingo (6 e 7/6), campanhas educativas em dois jogos do Campeonato Brasileiro, com o objetivo de chamar atenção da população para o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil, comemorado em 12 de junho.

No estádio Presidente Vargas (PV), o Sampaio Correa, do Maranhão, venceu o Ceará por 3x1. Apesar da frustração da torcida de casa, todos que compareceram ao jogo saíram do estádio com uma reflexão. Faixas circularam pelo PV com a mensagem Não ao Trabalho Infantil e Sim à Educação de Qualidade e crianças que acompanharam os jogadores na entrada em campo vestiram camisas e bonés da campanha.

Na partida seguinte, pela série C do Brasileirão, o Fortaleza empatou em 1x1com o ASA, de Alagoas, na Arena Castelão, e manteve a liderança do grupo A da competição. Além de crianças vestindo camisa da campanha, todo o pessoal de apoio, como seguranças e dirigentes, também aderiu ao movimento. Faixas circularam pelo estádio no início e no intervalo do jogo e o placar eletrônico do estádio exibiu mensagens contra o trabalho infantil para os mais de 20 mil torcedores que compareceram ao Castelão.

O servidor público Francisco De Assis Vieira estava no PV e elogiou a iniciativa. “Acho muito importante esse tipo de campanha. Existem muitas crianças trabalhando pelas ruas de nossa cidade. Vou aproveitar e conversar com meu filho sobre o assunto”, disse o torcedor do Ceará. Francisco De Assis foi ao estádio acompanhado do seu filho Gabriel, de 11 anos.

A iniciativa do PCTI dá início à Semana Cearense de Combate ao Trabalho, que vai até 13 de junho. Estão previstos ainda audiência pública na Assembleia Legislativa, campanhas de publicidade com exibição de outdoors nas principais avenidas de Fortaleza e inserções em emissoras de rádio e TVs.

A Semana encerra-se dia 13 de junho, quando serão realizadas várias ações do PCTI dentro do Projeto Abraça Fortaleza. No mutirão da Prefeitura de Fortaleza, que reúne mensalmente milhares de pessoas em bairros da Capital, serão distribuídos cartilhas, camisas, bonés e garrafas tipo squeeze para crianças que participarem das atividades.