Trabalho Infantil

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Acessível por Libras

Fortaleza e região recebem ações da Semana de Combate ao Trabalho Infantil

Dois municípios da Região Metropolitana de Fortaleza receberam, nesta sexta-feira (6/6), a visita da coordenadora regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil, desembargadora Regina Gláucia Nepomuceno. Em Horizonte e Pacajus, a magistrada reuniu-se com lideranças para definir ações para Semana Cearense de Combate ao Trabalho Infantil, que acontece de 2 a 11 de junho.

Em Horizonte, a desembargadora conversou com a presidente da Associação para o Desenvolvimento do Ceará, Jô Farias. O encontro definiu as atividades que serão realizadas pelo município durante a Semana. Na prefeitura de Pacajus, reuniu-se com autoridades e entregou material educativo e de divulgação da campanha. Ela também visitou a vara do trabalho do município.

Durante a Semana estão sendo realizadas audiência pública, palestras, distribuição de material informativo, caminhadas e busca de crianças em situação de trabalho. Cerca de 100 municípios cearenses já aderiram ao movimento.

A iniciativa integra as ações da Comissão de Erradicação do Trabalho Infantil da Justiça do Trabalho e conta com a parceria do Ministério Público do Trabalho, do Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente e demais entidades que integram o Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil.

Pesquisa: A Região Metropolitana de Fortaleza é a que possui o maior índice de crianças de 10 a 14 anos trabalhando, entre nove regiões pesquisadas pelo IBGE. São mais de 10 mil crianças submetidas ao trabalho infantil. A pesquisa leva em consideração as regiões metropolitanas de Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Lido 1544 vez(es)