logotipo responsivo  da Justiça do Trabalho
  • Logo TRT7 - Site principal
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

Programa de Combate ao Trabalho Infantil promove atividades com 50 crianças carentes

Abertura do evento com um dos gestores do Programa, juiz do trabalho Célio Timbó

Tiago acordou cedo em pleno feriado do Dia das Crianças. Seria um dia muito especial pra ele que mora na comunidade Vicente Pinzon, uma das mais carentes de Fortaleza. O menino e mais 50 crianças assistidas pela associação Pequeno Nazareno iriam participar de um dia de atividades promovidas pela gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem. Na programação, jogos de futebol, lançamento de livro infantil, premiação dos vencedores do III Prêmio de Combate ao Trabalho Infantil e muita diversão na sede social do Sindicato dos Servidores da Sétima Região da Justiça do Trabalho (Sindissétima).

Veja mais fotos aqui.

A caravana chegou ao clube no início da tarde. Tiago desceu do transporte já uniformizado e com chuteiras calçadas. Antes do início das atividades, as crianças ouviram atentamente a mensagem dos organizadores do evento. Um dos gestores regionais do Programa, juiz do trabalho Célio Timbó, lamentou o fato de o trabalho infantil ainda estar presente na sociedade. “A gente pensa que não, mas ainda existem muitas crianças submetidas a diversas formas de trabalho. São trabalhos proibidos no nosso ordenamento.” O magistrado deixou uma mensagem para os pequenos. “Existem três coisas bem importantes para as crianças fazerem: brincar, estudar e ler. São coisas essenciais para as crianças,” enfatizou.

Antônio Carlos, assistente social da associação Pequeno Nazareno, falou da importância da parceria com a gestão regional do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e fez um relato sobre a realidade das crianças assistidas pela entidade. “Gostaria de trazer um dado. No grande Vicente Pinzon, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o índice de desenvolvimento Humano (IDH) é semelhante ao do Níger, país com menor IDH entre os países pertencentes à ONU. A gente que está no dia a dia aqui, trabalhando dentro da comunidade, a gente percebe o quanto as crianças são negligenciadas no direito ao lazer.”

Tiago foi o artilheiro da competição com três gols

Após a pequena introdução, a programação do Dia das Crianças teve início com um torneio de futebol misto, com meninas e meninos. Tiago estava ansioso por esse momento. Foi um dos primeiros a pisar no gramado. Com jeito de atleta profissional, acenou para a torcida e fez um gesto apontando para o céu. Ao todo, foram seis jogos entre quatro times. Dois times do projeto socioesportivo do Pequeno Nazareno de Maranguape e mais dois times do projeto social da comunidade Vicente Pinzon, bairro do nosso goleador Tiago. Ele foi o artilheiro da competição com três gols.

Livro infantil

Autores, Frederico Martins Brito e Thais Evangelista

Mas o universo infantil não é feito só de brincadeiras. Como enfatizou o gestor do Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem, a leitura deve fazer parte do dia a dia das crianças. Assim, a programação previa o lançamento virtual do livro infantil Lauro e o Menino sem Chuteiras. A obra, escrita por um casal de servidores da Justiça do Trabalho do Ceará - Frederico Martins Brito e Thais Evangelista -, é uma sequência do primeiro livro feito especialmente para o Programa, intitulado Lauro e os Palhacinhos do Sinal.

Prêmio

Vencedores do Prêmio com o juiz do trabalho Célio Timbó

O ponto alto do evento, foi a premiação dos vencedores do III Prêmio de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem. O grande vencedor deste ano foi o estudante João Rafael Queiroz Silva, com a música Alegria de Viver. João é estudante da escola ABC Criativo da cidade de Quixadá, localizada a 148 km de Fortaleza.

Já o segundo e terceiro lugares, foram para a cidade de Itatira, localizada no Sertão Central do estado. Pietro Rafael dos Santos obteve o segundo lugar, com a música Missão de Todos Nós, e Isadora dos Santos Pereira ficou na terceira colocação, com a composição Faço Parte dessa História.

A menção honrosa foi Maria Ivone Gomes de Sousa, também do município de Itatira, por sua participação no Prêmio com a música Sonho de Criança. Além das crianças, as escolas também foram agraciadas com troféus, certificados e quites com brindes do Programa.

Esta edição premiou as melhores músicas sobre a temática trabalho infantil, produzidas por estudantes de escolas públicas e particulares do Ceará, do ensino fundamental ao médio. As crianças ganharam tablets, certificados e os vencedores foram escolhidos por votação entre magistrados, servidores e estagiários da Justiça do Trabalho do Ceará.

Parceria

A ação do Dia das Crianças foi possível graças a parceria entre o Programa de Combate ao Trabalho Infantil e de Estímulo à Aprendizagem e a Associação Projeto Pequeno Nazareno. Essa entidade atua há quase 30 anos junto a comunidades carentes da grande Fortaleza e é responsável por atender, por ano, mais de mil crianças e adolescentes em situação de rua. A associação possui atendimento nas áreas de educação, assistência social e Direitos Humanos, articulando mais de 1.300 defensores em sua rede de relacionamentos.