logotipo comemorativo dos 80 anos da Justiça do Trabalho
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

Presidente do TRT defende afastamento de quem não cumprir precatórios

Em pronunciamento no encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais do Trabalho do Brasil, encerrado no último dia quatro de agosto, em João Pessoa, o Presidente do TRT-Ceará, juiz Antonio Marques Cavalcante Filho, manifestou opinião de que os gestores públicos que deixarem de pagar os precatórios trabalhistas devem ser automaticamente afastados de suas funções.

Para o Presidente do Regional do Ceará a "situação é gravíssima", adiantando que quase duzentas prefeituras não pagam nenhum precatório há dez anos. "As dívidas sequer são colocadas nos orçamentos municipais. São simplesmente ignoradas, num flagrante desrespeito às ordens judiciais"- adiantou o magistrado cearense.

O juiz Antonio Marques defendeu, durante o evento, que teve como objetivo principal atingir o dinamismo nos Tribunais do Trabalho do Brasil, até mesmo uma reforma na Constituição para pôr termo ao que denomina de abuso.