logotipo comemorativo dos 80 anos da Justiça do Trabalho
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

Comitiva do DNIT visita TRT-7 para conhecer experiências na área da sustentabilidade

Comitiva do Dnit posa pra foto no jardim interno da casa-sede do TRT-7
Grupo de visitantes era composto por servidores do DNIT dos regionais do Ceará, Paraná e Brasília

A Justiça do Trabalho do Ceará foi palco para uma manhã de troca de experiências na área da sustentabilidade. Uma comitiva de oito servidores do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) visitou a sede do Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (CE), em Fortaleza, para uma reunião de compartilhamento de informações sobre as ações que os órgãos realizam em prol do desenvolvimento sustentável. O encontro ocorreu no dia 17 de março, em Fortaleza, e contou com integrantes das redes Ecos Ceará e Sustenta Paraná.

Veja mais fotos aqui. 

O grupo visitante assistiu a uma apresentação sobre as iniciativas que o TRT-7 vem implementando nos últimos anos para construir uma cultura organizacional pautada na sustentabilidade, de forma a minimizar os impactos ambientais da atividade do órgão. A construção da usina fotovoltaica no Fórum do Cariri, a política de gestão de resíduos, as campanhas solidárias, o plano de logística sustentável, as práticas de inovação e as ações sociais e de acessibilidade foram algumas das experiências exitosas que foram apresentadas.

Pessoas reunidas em uma mesa na Presidência do TRT-7
As apresentações ocorreram na sala da Presidência do TRT-7

Fernando Freitas, secretário-geral da Presidência do TRT-7, destacou os desafios para que uma cultura da sustentabilidade seja implementada de maneira efetiva nas instituições. “É muito importante, por exemplo, que haja uma equipe dedicada ao tema. Aqui no nosso Tribunal, apenas nesta Administração que conseguimos transformar em setor o nosso comitê para o assunto”, falou o servidor, referindo-se à Ecosétima, que desde dezembro de 2021 tornou-se oficialmente a Seção de Gestão Socioambiental, Acessibilidade e Inclusão.

O superintendente regional do DNIT no Ceará, Thiago Pitombeira, reconheceu os avanços do TRT-7 e pontuou as ações do órgão relativas ao tema. “Atualmente, estamos focados em elaborar normativos para estruturar nossa governança sobre o assunto, a exemplo das licitações sustentáveis”, ressaltou.

Gisele Doetzer durante sua apresentação
Gisele Doetzer é coordenadora da rede Sustenta Paraná

Rede das Redes

Ao longo da última década, redes interinstitucionais públicas de promoção da sustentabilidade vêm sendo formadas para trabalhar o tema de forma colaborativa. O TRT-7, que integra o Ecos Ceará, atua em rede desde maio de 2019, quando o grupo foi criado, reunindo sete instituições do Estado.

Um mapeamento realizado por Gisele Duarte Doetzer, da Seção de Sustentabilidade do DNIT e coordenadora da rede Sustenta Paraná, identificou 17 redes colaborativas em todo o território nacional, envolvendo 163 órgãos públicos. Presente na comitiva visitante, a gestora destacou a importância da troca de experiências entre as redes.

“Uma dos projetos da Sustenta Paraná foi a elaboração de um livro registrando os saberes de cada rede, as ações de cada instituição e suas trajetórias, além da vinculação delas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas”, declarou a servidora. “O objetivo é dar mais transparência às ações desse movimento e mostrar os benefícios que a aproximação interinstitucional traz, como o fluxo de conhecimento e a troca de boas práticas, para a geração de valor para a sociedade”, observou. Na ocasião, um exemplar da obra foi doada ao TRT-7.

Visitantes conhecendo a compostagem do TRT-7
Silvana Dias apresentou a área onde o TRT-7 realiza compostagem

Após a reunião, o grupo visitou alguns ambientes do TRT-7, como o espaço da compostagem, o Memorial e a Sala de Sessões.

Também estiveram presentes no encontro os servidores do TRT-7 André Gonzaga, Deven Miller, Silvana Dias e Cláudia Giovana. Pela rede Ecos do Ceará, compareceu ainda Letícia Passos, do Núcleo de Sustentabilidade do TRE-CE.