logotipo comemorativo dos 80 anos da Justiça do Trabalho
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker
Política de Cookies

O Tribunal Regional do Trabalho da 7ª Região (TRT7) utiliza cookies, armazenados apenas em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no portal implica concordância com esse procedimento, em linha com a Política de Privacidade e Proteção de Dados Pessoais do TRT7.

TRT/CE é destaque no Balanço da Sustentabilidade do Poder Judiciário

A Justiça do Trabalho do Ceará ficou entre os dez órgãos do Judiciário Trabalhista que apresentaram melhores resultados na 5ª edição do Balanço da Sustentabilidade do Poder Judiciário, publicado em junho deste ano.  Anualmente, os tribunais e conselhos são monitorados e avaliados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) com vistas à economicidade dos gastos públicos e proteção ao meio ambiente. A partir dos dados fornecidos por esses órgão, é elaborado o Balanço.

De acordo com o Balanço Socioambiental, o TRT/CE apresentou Índice de Desempenho de Sustentabilidade (IDS) de 60,5%, maior percentual do órgão nos últimos 3 anos (2018 a 2020), resultando na 9ª colocação nacional. O Regional ficou em 2º lugar em termos de economia de papel, considerando os Tribunais trabalhistas de médio porte, assim como na redução da quantidade de impressões per capita.

No âmbito nacional, considerando todos os ramos do Poder Judiciário, a Justiça do Trabalho implementou maior economia de papel em 2020, através da redução de 72% no seu consumo. Quanto às impressões, outra vez a Justiça do Trabalho se destacou, pois apresentou uma diminuição de 73% da quantidade de impressões no último ano.

Na apresentação do Balanço, ficou registrado que o ano de 2020, marcado pela covid-19, afetou a série histórica de gasto e consumo dos insumos, tendo em vista a opção do trabalho remoto pela maior parte do corpo funcional. Por outro lado, a redução tem ocorrido ao longo dos anos em função de uma política nacional de sustentabilidade implementada pelo CNJ.

A diretora da Divisão de Material e Logística e integrante do Comitê Gestor do Plano de Logística Sustentável do TRT/CE, Deven Moura,  atribui a boa performance da Justiça do Trabalho do Ceará às ações de sensibilização, conscientização, controle e monitoramento do consumo desenvolvidas por vários setores do Tribunal. “Cada um fazendo sua parte, chegaremos num resultado satisfatório”.

A gestora elencou algumas ações desenvolvidas no Regional que foram importantes para os bons resultados. Dentre as relacionadas, estão: pedido de material restrito às necessidades do consumo da unidade, doação de itens objeto de desfazimento para Associação de Catadores, reutilização de embalagens, cronograma de viagens com redução de custos de combustível e diárias, lavagem ecológica de veículos, descarte sustentável de papel, campanha de doação de alimentos, dentre outros.

Acesse o 5º Balanço da Sustentabilidade do Poder Judiciário (2021).

Acesse o Relatório de Desempenho do Plano de Logística Sustentável do TRT/CE – PLS/TRT7/CE (2020).

Acesse o Relatório de Gestão - Relato Integrado (2020).

Previsão Legal

Com a missão do CNJ de desenvolver políticas judiciárias de forma sustentável e responsável, foi editada a Resolução 201/2015, revisada pela Resolução nº 400/2021 do CNJ, que incluiu novos indicadores a serem auferidos a partir de 2022. Constam nos normativos o Plano de Logística Sustentável (PLS)  que permite o melhor direcionamento dos recursos para as atividades finalísticas da atuação do Judiciário.