Logo
  • Selo 100% PJe
  • Selo Prata CNJ
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker

Projeto Fada Madrinha do TRT/CE participa de evento musical solidário

O encerramento das atividades de 2020 do Fada Madrinha - projeto que  promove a inserção no mercado de trabalho e o desenvolvimento pessoal e profissional dos estagiários da Justiça do Trabalho do Ceará - ocorreu com o apoio à live “Ensaio da Segunda da Bossa”, no dia 21 de dezembro, às 20h. O objetivo do evento foi arrecadar donativos, que serão destinados à Fundação Terra de Arcoverde (PE) e de Maracanaú (CE). Os estagiários do TRT/CE assistiram ao evento virtualmente, como forma de se engajarem em ações solidárias.

Live musical

b_0_200_16777215_0_0_images_comunicacao_imagens_site_2020_12_dezembro_2020_live_fada_capa_intra.jpg

A live foi transmitida na página do YouTube da Fundação Terra, fundada pelo Padre Airton, e do Instagram da colunista Jeritza Gurgel, do jornal Diário do Nordeste. Aos interessados em contribuir, as doações puderam ser realizadas por meio de um QR code fixado na tela, durante a live.

"Foi uma live cheia de histórias, bom som, muita bossa e o melhor: uma grande iniciativa do bem! Pensamos no verdadeiro sentido do Natal, que é solidarizar e presentear as pessoas estando presente, mesmo que virtualmente, já que essa é uma exigência do tempo atual", afirmou a organizadora do evento, Jeritza Gurgel.

Oficinas de 2020

Com o objetivo de promover a preparação para o mercado de trabalho dos estagiários de nível médio da Justiça do Trabalho do Ceará, o Projeto Fada Madrinha capacita anualmente os jovens, através de oficinas. Em decorrência da pandemia causada pelo coronavírus, os estagiários participaram dos módulos virtualmente nos meses de outubro e novembro de 2020.

Os facilitadores dos encontros foram o secretário-geral da Presidência do TRT/CE, Fernando Freitas, monitoras do Sistema Nacional de Emprego - SINE e Centro Integrado Empresa Escola - CIEE (módulos on-line) e a educadora financeira Bia Araújo. Os conteúdos ministrados abordaram postura e orientações profissionais, instruções sobre currículos e entrevistas, além de educação financeira para jovens. 

Ações sociais

Deliberadas em reuniões remotas do comitê gestor do Projeto Fada Madrinha, foram realizadas ações sociais no período da pandemia. Os beneficiários das arrecadações foram a Associação dos Catadores do Jangurussu (Ascajan), ONGs Santuário Coisas Lindas e Obra Lúmen, além de engajamento na campanha do TRT/CE em favor dos estagiários, terceirizados e catadores. Neste mês de dezembro, o engajamento social dos estagiários foi a participação na live “Ensaio da Segunda da Bossa”, que tem objetivo solidário.

Projeto Fada Madrinha

O Projeto Fada Madrinha foi criado em 2016 e institucionalizado pelo Ato da Presidência do TRT/CE nº 177/2018. A iniciativa compreende um conjunto de diretrizes e ações com a finalidade de promover a inserção no mercado de trabalho, bem como o desenvolvimento pessoal e profissional dos estagiários da Justiça do Trabalho do Ceará. A coordenação das ações cabe ao Comitê Gestor, criado através da Portaria da Presidência nº 93/2019.

O Ato da Presidência dispõe que as ações do programa serão realizadas por meio de convênio e parcerias com instituições de ensino, empresas, associações e sindicatos. São objetivos do Projeto Madrinha fomentar a capacitação pessoal e profissional dos estagiários; incentivar a participação deles em ações sociais; articular, perante a sociedade civil, a integração dos estudantes como força de trabalho; e envolver magistrados e servidores para que sejam colaboradores nas ações do Projeto.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone (85) 3388-9227 ou e-mail: fadamadrinha@trt7.jus.br