• Selo 100% PJe
  • Instagram
  • SoundCloud
  • Youtube
  • Facebook
  • Twitter
  • Flicker

TRT/CE divulga Relatório de Gestão referente ao ano de 2019

O Tribunal Regional do Trabalho do Ceará (TRT/CE) publicou o Relatório de Gestão referente ao exercício no ano de 2019. O documento é feito anualmente e divulgado no intuito de prestar contas aos cidadãos sobre as ações da Justiça do Trabalho do Ceará. A publicação fica disponível no site do TRT/CE, menu Transparência, item Relatórios de Gestão.

O documento apresenta uma radiografia completa das principais ações executadas pelo Tribunal, despesas categorizadas por atividades e composição do quadro de servidores e magistrados.

Segundo o presidente do TRT/CE, desembargador Plauto Porto, “o Relatório tem o norte de alcançar uma gestão pautada na eficiência, transparência e responsabilidade orçamentária, capaz de proporcionar a entrega de uma excelente prestação jurisdicional”.

Destaca-se, no relatório, o fato de o TRT/CE ter sido o primeiro Regional do país a migrar todo o acervo de processos físicos para o sistema de Processo Judicial Eletrônico (PJe). Essa conquista fez o Tribunal obter o “Selo 100% PJe”. Além disso, é possível observar o cumprimento de metas estabelecidas no Planejamento Estratégico Institucional do TRT/CE.

No tocante à acessibilidade, verifica-se que o Tribunal promoveu reformas estruturais ao longo de 2019 com o objetivo de proporcionar a adequação de seus espaços físicos a pessoas com necessidades especiais. Dessas ações, merecem destaque a reforma da Sala de Sessões do Pleno e a instalação de uma plataforma elevatória na Casa Sede, possibilitando o livre acesso de todos às suas dependências.

A elaboração do documento teve coordenação da diretora-geral do TRT/CE, Neiara Frota, com supervisão do assistente secretário, João Ribeiro Lima Júnior, e da secretária de Gestão Estratégica, Patricia Cabral. O projeto gráfico é criação da estagiária de design Marcilene Damasceno, sob supervisão do diretor de Comunicação Social, Hugo Cardim.

O relatório pode ser lido na íntegra aqui.