Processo Judicial Eletrônico - TRT7

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Acessível por Libras

JTe


A ferramenta é disponibilizada para celulares dos sistemas Android e IOS (lojas Google Play e App Store). O projeto inicial foi desenvolvido pelo Tribunal Regional do Trabalho da Bahia e será disponibilizado gradualmente para toda a Justiça do Trabalho. O objetivo é interligar todas as varas e tribunais até o final do ano.

O aplicativo traz novidades como a comunicação, via chat, entre advogados de estados diferentes, possibilidade de propor acordos e ferramenta para verificação de autenticidade de documentos no Processo Judicial Eletrônico. As funcionalidades englobam somente processos virtuais (PJe).


Funcionalidades

Integração com outros TRTs: os usuários poderão escolher de qual Regional desejam consultar as informações. Até o momento, 12 Regionais disponibilizam o aplicativo.

Verificação de autenticidade de documentos do PJe: o usuário poderá utilizar a câmera do celular para ler o código de barras do documento produzido no PJe, validando assim a sua autenticidade. Esse código também poderá ser digitado. Além disso, poderá visualizar outros documentos vinculados ao principal.

Chat: os magistrados e advogados que estiverem autenticados no aplicativo poderão acessar a ferramenta de chat para troca de mensagens instantâneas entre usuários com mesmo perfil.

Backup e recuperação de dados: o usuário poderá fazer backup de outras informações além dos processos favoritos, tais como marcadores, notas, jurisprudências favoritas, entre outros. Com isto, será possível recuperá-las caso precise reinstalar o aplicativo ou recuperar de outro equipamento.

Melhoria no detalhamento de consultas de processos: informação da próxima audiência, caso exista.

Compartilhamento de processos: possibilita enviar um link para outro usuário do aplicativo para que ele tenha acesso ao processo de forma mais rápida.

Veja o Manual básico de uso e instalação e a Ajuda ao Usuário.

Última Atualização: Quinta, 13 Dezembro 2018 15:07 Lido 29545 vez(es)