Memorial da Justiça do Trabalho do Ceará

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
  • Acessível por Libras

Oficina Experiências e Apropriações em Patrimônio e Memória

Ementa

     A presente Oficina tem por objetivo realizar reflexões acerca dos campos memória e patrimônio, para tanto dividimos a oficina nos seguintes módulos:

Módulo 1 - Memória e Patrimônio

     Esse módulo tem por objetivo introduzir as discussões sobre a relação entre Memória, História e Patrimônio levando em consideração as políticas patrimoniais como resultados de dinâmicas de lembranças e esquecimentos nas disputas entre grupos sociais, assim como a construção da memória como um ato de cidadania que inclui a ação do trabalho e seus sujeitos.

Módulo 2 - Patrimônio Material

     Esse módulo “Patrimônio Material” têm por objetivo propor uma reflexão acerca dos conceitos de patrimônio material e preservação do patrimônio, para tanto, estuda o processo de institucionalização do patrimônio cultural, bem como, as leis e políticas públicas ligadas ao patrimônio, nas diferentes esferas de poder (federal, estadual e municipal). Deste modo, utiliza como fonte e objeto de estudo: textos sobre patrimônio, leis, fotografias e processos de tombamento, que permitem refletir os mecanismos que envolvem o campo do patrimônio.

Módulo 3 - Patrimônio Imaterial

     Nas últimas décadas historiadores, sociólogos, geógrafos, arquitetos, antropólogos e educadores de um modo geral vêm se dedicando a produção de reflexões no campo do patrimônio cultural, possibilitando uma interação entre o saber produzido no meio acadêmico com as reinvidicações de direito a preservação de memórias, objetos, práticas e saberes representativos de uma visão de pertencimento a determinado grupo, comunidade, ou nações. A noção de patrimônio transpõe a fronteira do "tangível" amplamente consolidada nos monumentos e objetos de valores históricos, arqueológicos e artísticos para enveredar em um terreno mais extenso a qual pertence a cultura, que abrange o campo do "intangível", acrescentando aspectos imateriais e processuais. As representações e práticas culturais outrora relegadas ao esquecimento passam a figurar entre as manifestações tradicionais e populares. Identificar, salvaguardar, registrar e difundir a cultura popular, como artesanato, festas, folguedos, culinária entre outros aspectos da cotidiano para ser o foco das políticas de preservação por parte de várias instituições de âmbito público e privado.

Módulo 4 - História e Patrimônio Documental

     A linha de estudo e pesquisa “História e Patrimônio Documental” têm por objetivo propor um debate acerca dos processos teóricos e metodológicos da investigação histórica em arquivos, tendo como fonte e objeto o documento. Deste modo, são significativos os estudos sobre as trajetórias de institucionalização e gestão dos arquivos públicos (de ordem corrente, intermediária ou permanente) no Brasil, em especial no Ceará, considerando as ações administrativas, legais e patrimoniais do CONARQ/ARQUIVO NACIONAL/IPHAN, dentre outras instituições responsáveis por políticas para os arquivos estaduais e municipais.

Última Atualização: Quarta, 17 Fevereiro 2016 15:12 Lido 5229 vez(es)  

Usuários Online

Temos 55 visitantes online